Analista de Inovação: profissão do presente para os Mercados do Futuro

Josu� de Menezes      domingo, 11 de dezembro de 2016

Compartilhe esta página com seus amigos

Pensar fora da caixa virou moda.

Mas esse novo padrão mental é muito mais do que uma simples moda passageira.

Na Nova Economia, a capacidade de abstração é essencial.

O desafio é tangilizar ideias em negócios, em realizações reais.

Isso pode demorar, mas o ponto de inflexão já está ocorrendo.

Vivemos um paradóxo: romper padrões mentais arcáicos e implementar a cultura da inovação sem conflituar com os valores que edificaram e continuam a dar sentido às instituições.

Na Era Digital, o processo de transformação, para um novo padrão cultural, social, econômico, ambiental, dentre outros, é híbrido.

Tudo acontece simultaneamente. Aprender fazendo é um dos segredos.

 Não desprezar novas ideias, estigmatizando-as como "viagem na maionese" ou poesia de lunático é uma necessidade preemente.

Principalmente em instituições altamente hierarquisadas, a falta de compreensão com a cultura da inovação é recorrente.

Profissionais que conseguiram alterar seu padrão mental, ou "mindset", ainda estão sujeito a preconceitos.

Muitos gestores, por desconhecer os fenômenos da Nova Economia, não consideram a inovação como elemento estratégico.

O mundo mudou. A inovação tem o potencial de impulsionar soluções.

Velhas estruturas caem como castelo de areia. Haja vista a estrutura política de um país onde a corrupção ditou a regra do jogo.

A solução de muitos problemas pode ser encontrada na observação e na empatia.

O mundo está carente de líderes que sabem ouvir o diferente, ou melhor, escutar e identificar talentos.

Sejam nas religiões, empresas, organizações governamentais, altarquias ou ONGs, todas as instituições hierarquisadas, não encontram facilidade em criar ambientes inovativos. As estruturas das grandes organizações foram desenhadas para uma outra realidade.

E por que isso acontece? As "igrejinhas", feudos, politicagem, negociatas e clãs  impedem que as novas ideias oxigenizem o ambiente.

As startups vieram para romper barreiras. Novas soluções que ligam pessoas. A Uberização da economia é um desses fenômenos.

A criatividade faz florecer mais inspiração, principalmente quando o uso adequado das plataformas digitais é feito com propósito, com planejamento, defendendo valores edificantes. 

E quais são os resultados em não considerar a inovação: atraso e chatice, muita chatice de reuniões infindáveis, burocracia e embotamento mental. 

Enquanto a inovação não estiver internalizada como um componente estratégico como modelo de gestão, é sujeito a ruídos para motivar o engajamento junto às causas e valores mais nobres as quais as organizações são portavozes legítimas.

O preço disso é alto. A cultura da inovação deve ser vista como aliada, não como inimiga. Deve ser trabalhada, lapidada e instrumentalizada.

À medida que o pensar fora da caixa transformou-se em dos maiores ativos da Nova Economia, a coisa está mudando de figura.

O desafio é justamente promover a transição. Como transformar padrões mentais "carcomidos" em inspiração inovativa?

Como capacitar pessoas, principalmente as que ocupam lugares de comando e liderança para abrirem espaço para o novo? 

A resposta é simples e direta. Três elementos são necessários para abrir espaço para o novo de forma tranquila e consistente: capacitação, capacitação e capacitação.

Pensando nisso, apresentamos o método intitulado "LAB Mercados do Futuro", um Programa de Capacitação Continuada para a formação de Analistas de Inovação, ou Gestores Netweavers. 

Profissionais de todas as áreas podem agregar esse conhecimento respeitando a própria curva de aprendizagem.

Seja bem vindo à Nova Economia.

Vamos apresentar a estrutura da Rede Mercados do Futuro como uma escola de aprendizagem, um Hub que oferece um programa de capacitação continuada de forma orgânica.

Apresentaremos a infraestrutura que construímos ao longo de 4 anos.

Ligamos educação ao ambiente das Cidades Inteligentes.

Contamos com o Jornalismo Digital em Rede como maior aliado.  

Aprender fazendo é o lema.

O conceito do Empreendedorismo do Bem também integra o nosso ecossistema, sinalizando empresas do setor dois e meio.

É possível sim, aprender, gerar renda, capacitar educadores, criar um ambiente de impacto social, alcançar metas e transformar cidades de forma orgânica, com um olhar holístico, integrado.

Saber usar o poder das redes como elemento potencializador é uma arte.

Para aderir ao programa ou ao nosso movimento, basta deixar os seu e-mail abaixo.

Estaremos enviando conteúdos e direcionando os seus interesses rumo aos Mercados do Futuro.

Seja bem vindo à Rede Mercados do Futuro - Conectando Ideias, Pessoas e Recursos.

 

O Método LAB Mercados do Futuro promove Oficinas de Cocriação: melhor ambiente para impulsionar ideias e colocar em prática a inovação

Ao preencher o seu e-mail acima, estaremos enviando conteúdos e direcionando aos seus interesses rumo aos Mercados do Futuro.

Seja bem vindo à Rede Mercados do Futuro - Conectando Ideias, Pessoas e Recursos

Conheça as dimensões ou áreas de aplicações do método LAB Mercados do Futuro:

 

Programa Educacional

A aplicação educacional do LAB Mercados do Futuro é simples: capacitar educadores a mapearem cenários, investigar tendências e fazerem a ponte do conhecimento da sala de aula com aplicações práticas, com o mundo real, com a cidade, com as ruas, parques, enfim, com a vida.

Ferramentas são ferramentas, gestão de rede é uma competência complementar.

Geramos conteúdos. Falamos de tendências das profissões.

Mercados do Futuro Iinspira e cria pontes. Este é o papel da Rede Mercados do Futuro.

Somos complementares ao Googel for Education. Potencializamos e valorizamos o papel do professor como maior protagonista.

Geramos movimento da educação em torno dos valores da inovação, empreendedorismo e sustentabilidade.

Nosso programa educacional estimula o diálogo com o entorno da escola, com o bairro e cidade.

Eco é morada, ambiente. Logia significa estudo. O estudo das interligações é bem vindo. O conceito "sensemaking", tem tudo a ver com isso. 

 

Empreendedorismo
 

O eixo do empreendedorismo permeita todo o projeto do Mercados do Futuro. Promovemos Oficinas de Cocriação nas empresas, ONGs, Instituições Públicas, dentre outras

Para os empreendedores o objetivo é claro: aumentar vendas e expandir negócios.

A proposta da Rede Mercados do Futuro é formar Analistas de Inovação para aplicarem o método do LAB Mercados do Futuro.

A transferência de tecnologias para as empresas impacta nas cidades que se retroalimentam.

Independente do porte do negócio, cada empresa pode transformar-se uma célula de inovação.

O Empreendedorismo tem o poder de transformar vidas. Por esse motivo defendemos o Empreendedorismo do Bem.

Leia, comente e compartilhe este post.

Entre para o movimento e conheça o modelo de negócios da Rede Mercados do Futuro. Seja um analista de inovação.

Estamos preparando mais posts para falar das aplicações da metodologia do LAB Mercados do Futuro em mercados vetoriais. 

No próximo post vamos falar do setor público.

Comentários

Jornalismo Digital na Nova Economia

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

quarta-feira, 2 de março de 2016

Analista de Inovação: profissão do futuro

domingo, 13 de março de 2016

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

sexta-feira, 22 de abril de 2016

space

 

Top News

Jornalismo Digital na Nova Economia

Quem pensa que o Jornalismo está em baixa, no mínimo, está mal informado. Na Nova Economia esta é uma das profissões mais promissoras. Claro que o mercado editorial impresso ainda tem fôlego, mas o jornalismo digital é a bola da vez. Saiba por que

Josué de Menezes quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

    Leia mais

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

O desenho de um plano de carreira na Nova Economia exige muito mais do que ser um profissional altamente especializado. O posicionamento estratégico da sua marca pessoal é um elemento chave para gerar novos negócios e expandir os negócios.

Josué de Menezes quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

    Leia mais

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

Não basta apenas abrir um grupo no Facebook. O importante é mante-lo ativo, vibrante e fazer pulsar conteúdos que somam com a comunidade. Mas para isso temos que ter um contexto real, propostas de valor realmente interessantes.

Josué de Menezes segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

    Leia mais

Inovação e Resultados para Micro e Pequenas Empresas

Chegou a vez das Pequenas e Micro Empresas ativarem suas redes de forma criativa e com foco em resultados. O CTI lança programa de dinamização de ecossistemas de inovação para este segmento. O projeto visa resultados efetivos em faturamento. O desafio é r

Josué de Menezes sábado, 2 de janeiro de 2016

    Leia mais

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

Viking Network é um movimento de empreendedores dispostos a somar forças. Empresários de todos os setores criam redes de relacionamento para inspirar a capacitação e a geração de negócios. Paulo Milreu, idealizador do Viking aposta no interior paulista.

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

    Leia mais

Aplicativo de Caronas estimula Economia Colaborativa

Quando falamos em Economia Colaborativa ou em Economia Criativa, estamos nos referindo a laços de compartilhamento, diálogo e interações. As caronas tem o poder de estimular a aproximação, o convívio amigo. Eis aí uma estratégia para ativar redes.

Josué de Menezes domingo, 31 de janeiro de 2016

    Leia mais

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

O Grupo Mercados do Futuro estará ativando a Aceleradora Empreendedorismo do Bem, que tem como proposta capacitar pessoas interessadas em fomentar a Nova Economia em suas cidades. Oferecemos aplicativos e soluções para Cidades Criativas e Inovadoras. Opor

Josu� de Menezes sábado, 27 de fevereiro de 2016

    Leia mais

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

Saiba por que o bem incomoda muita gente. Serviços mais baratos, rápidos, eficientes e melhores, que solucionam, de fato, os problemas das pessoas, passam a ser um problema para o "Estado".

Josu� de Menezes quarta-feira, 2 de março de 2016

    Leia mais

Analista de Inovação: profissão do futuro

Você é o que compartilha: este é o mantra da Nova Web. Fomentar a economia criativa, a nova economia e a cultura digital em rede são algumas das atribuições deste novo profissional que acreditamos ser uma peça fundamental para levantar o Brasil.

Josu� de Menezes domingo, 13 de março de 2016

    Leia mais

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

Os Lab Mercados do Futuro são encontros de networking onde empreendedores se encontram prá pensar a inovação, em como transformar este valor em mais vendas, mais oportunidades de negócios e expansão das suas empresas, serviços e produtos com a visão da No

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de abril de 2016

    Leia mais

Videos

Empreendedorismo do Bem

Aceleradora de Projetos - Hub de Cultura Digital

Jornalismo Digital

A nova visão do Jornalismo Digital em Rede

Banco de Favores

Empreendedorismo do Bem e Economia Colaborativa

Futurologia

Enxergar além é uma necessidade

Josué de Menezes é jornalista e consultor de marketing digital. Gestor da Aceleradora Mercados do Futuro