Jornalismo Digital Impulsiona Aceleradora Estudos da Dor

Josu� de Menezes      domingo, 24 de julho de 2016

Compartilhe esta página com seus amigos

 "Estudos da Dor" é uma iniciativa do Dr. Charles Oliveira, médico intervencionista em dor, editor do blog "Mundo sem Dor", site referência médico científico com foco em temas relacionados à dor.

Dr. Charles é um dos proprietários do Centro de Controle da Dor Singular, localizado em Campinas, maior centro da América Latina nesta área médica.

"O  Blog Mundo sem Dor está sendo reconhecido como um projeto de cunho social. Muitas pessoas que sofrem com dores crônicas encontram no site conteúdos qualificados, humanizados e criteriosamente trabalhados", confirma Dr. Charles.

Os resultados da audiência surpreendem. Mais de 90 mil acessos. As Interações e intercâmbios desta mídia expande para além do mundo virtual.

A Aceleradora Estudos da Dor nasce do Blog Mundo Sem Dor.

Folder da produção que inicia o movimento da aceleradora Estudos da Dor. Proposta visa impulsionar iniciativas para o nicho da terceira idade. O workshop da piscóloga Raquel Oliveira é o primeiro produto a ser acelerado.

 

Em a parceria com a Rede Mercados do Futuro, nasce o projeto Estudos da Dor.

O Workshop Diálogos sobre a Morte será disponibilizado como produto para hospitais, universidades, clínicas, dentre outros lugares interessados pelo tema. E o jornalismo digital entra em ação como ferramenta para gerar resultados.

O Poder das Redes de Cooperação

A ativação de redes de colaboração cria um movimento sinérgico e ações cooperadas. E quando este conceito é trabalhado com o jornalismo digital, a divulgação ganha escala.

"O projeto Estudos da Dor nasce com a visão de rede de cooperação. Estaremos impulsionando projetos do segmento 60+. É surpreendente quanta inovação está surgindo para atender este segmento e como a demanda pela conscientização social por uma nova cultura de acolhimento de pessoas idosas é necessária", confirma Dr. Charles Oliveira.

Um dos exemplos típicos da força das demandas para atender o público 60+ é o projeto de Sil Cavalcante, proprietária da Sim Lazer, de Jundiaí, especializada em turismo para terceira idade.

Sil Cavalcante também aderiu ao projeto Estudos da Dor. Ela estará documentando o evento em tempo real, integrando também ao time de curadores do projeto.

A proposta é ampliar as possibilidades de alianças e atrair mais e mais empresas que tenham diferenciais nesta área.

A afiliação na Rede Mercados do Futuro facilita a formação de novos gestores para ampliar e fortalecer as redes de cooperação.

As redes tem o poder de gerar benefícios a todos que passarem a integrar.

A proposta de formação de gestores de redes também é para todo empresário disposto a articurar ações em rede, ganhando em escala e valorizando o relacionamento e networking, potencializando ideias criativas dentro de um programa estruturado.

Preencha o cadastro e fique sabendo como ser um gestor de redes.

 

Quando os projetos são estruturados de forma colaborativa, todas as ações nas redes sociais são potencializadas e os resultados surpreendentes.

Para facilitar o entendimento, vamos falar do "case" do  Blog Mundo sem Dor.

Ciência de Redes na Prática

A audiência feminina no site Mundo Sem Dor chega a mais de 70%.

A retenção e interesse nos conteúdos sinaliza que os leitores indicam para amigos como fonte segura.

E você pode se perguntar  por que este comportamento é tão relevante dentro de um projeto de rede de cooperação?

Simples, quem cuida dos entes queridos são, em sua maioria mulheres, mulheres dispostas a pesquisar e zelozas por informações tão relevantes.

É natural que esse público busque conteúdos qualificados, que sejam seguros, dentro de uma linguagem que faça sentido entre a linguagem técnica e o entendimento leigo.

O maior patrimônio de um blog passa a ser o relacionamento, a empatia com seus leitores.

Mas isso não é uma conquista tão fácil assim. No caso do Mundo sem Dor, o projeto está sendo construído ao longo de mais de 5 anos.

E dentro deste movimento, a comunidade do Mundo sem Dor entra em contato com o movimento "Lab 60+" e vice versa. O caminho é de duas mãos.

Com esta visão, os projetos consistentes na Internet funcionam como pontes que ligam pessoas que prezam suas causas. Os valores ditam os rumos e fortalecem as redes.

Quando as conexões são valorizadas de forma estrururada, com comprometimento real, o ganho é potencializado.

Tecer redes de cooperação é a competência de um "gestor netweaver", profissão pouco conhecida no Brasil, que surgiu nos EUA, mais precisamente no Vale do Silício.

A proposta da Rede Mercados do Futuro é justamente oferecer infra estrutura para formar profissionais e dar suporte para projetos em rede.

A produção de sites de produtos e serviços integrados aos movimentos e iniciativas que a rede Mercados do Futuro está Associada faz parte do plano de adesão.

Um site de conversão é muito poderoso para gerar relacionamento e dar vida a projetos inovadores. Isso é Ciência de Redes na prática.

-------------------------------------------------------
A Rede Mercados do Futuro é uma SpinOff do GAIA CTI - Grupo de Apoio a Inovação ligado ao Ministério das Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, dentro do Programa de Dinamização de Ecossistemas de Inovação de Micros e Pequenas Empresas, patrocinado pelo CNpQ

----------------------------------

Interaja e integre-se à Rede Mercados do Futuro

Comentários

Jornalismo Digital na Nova Economia

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

quarta-feira, 2 de março de 2016

Analista de Inovação: profissão do futuro

domingo, 13 de março de 2016

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

sexta-feira, 22 de abril de 2016

space

 

Top News

Jornalismo Digital na Nova Economia

Quem pensa que o Jornalismo está em baixa, no mínimo, está mal informado. Na Nova Economia esta é uma das profissões mais promissoras. Claro que o mercado editorial impresso ainda tem fôlego, mas o jornalismo digital é a bola da vez. Saiba por que

Josué de Menezes quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

    Leia mais

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

O desenho de um plano de carreira na Nova Economia exige muito mais do que ser um profissional altamente especializado. O posicionamento estratégico da sua marca pessoal é um elemento chave para gerar novos negócios e expandir os negócios.

Josué de Menezes quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

    Leia mais

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

Não basta apenas abrir um grupo no Facebook. O importante é mante-lo ativo, vibrante e fazer pulsar conteúdos que somam com a comunidade. Mas para isso temos que ter um contexto real, propostas de valor realmente interessantes.

Josué de Menezes segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

    Leia mais

Inovação e Resultados para Micro e Pequenas Empresas

Chegou a vez das Pequenas e Micro Empresas ativarem suas redes de forma criativa e com foco em resultados. O CTI lança programa de dinamização de ecossistemas de inovação para este segmento. O projeto visa resultados efetivos em faturamento. O desafio é r

Josué de Menezes sábado, 2 de janeiro de 2016

    Leia mais

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

Viking Network é um movimento de empreendedores dispostos a somar forças. Empresários de todos os setores criam redes de relacionamento para inspirar a capacitação e a geração de negócios. Paulo Milreu, idealizador do Viking aposta no interior paulista.

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

    Leia mais

Aplicativo de Caronas estimula Economia Colaborativa

Quando falamos em Economia Colaborativa ou em Economia Criativa, estamos nos referindo a laços de compartilhamento, diálogo e interações. As caronas tem o poder de estimular a aproximação, o convívio amigo. Eis aí uma estratégia para ativar redes.

Josué de Menezes domingo, 31 de janeiro de 2016

    Leia mais

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

O Grupo Mercados do Futuro estará ativando a Aceleradora Empreendedorismo do Bem, que tem como proposta capacitar pessoas interessadas em fomentar a Nova Economia em suas cidades. Oferecemos aplicativos e soluções para Cidades Criativas e Inovadoras. Opor

Josu� de Menezes sábado, 27 de fevereiro de 2016

    Leia mais

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

Saiba por que o bem incomoda muita gente. Serviços mais baratos, rápidos, eficientes e melhores, que solucionam, de fato, os problemas das pessoas, passam a ser um problema para o "Estado".

Josu� de Menezes quarta-feira, 2 de março de 2016

    Leia mais

Analista de Inovação: profissão do futuro

Você é o que compartilha: este é o mantra da Nova Web. Fomentar a economia criativa, a nova economia e a cultura digital em rede são algumas das atribuições deste novo profissional que acreditamos ser uma peça fundamental para levantar o Brasil.

Josu� de Menezes domingo, 13 de março de 2016

    Leia mais

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

Os Lab Mercados do Futuro são encontros de networking onde empreendedores se encontram prá pensar a inovação, em como transformar este valor em mais vendas, mais oportunidades de negócios e expansão das suas empresas, serviços e produtos com a visão da No

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de abril de 2016

    Leia mais

Videos

Empreendedorismo do Bem

Aceleradora de Projetos - Hub de Cultura Digital

Jornalismo Digital

A nova visão do Jornalismo Digital em Rede

Banco de Favores

Empreendedorismo do Bem e Economia Colaborativa

Futurologia

Enxergar além é uma necessidade

Josué de Menezes é jornalista e consultor de marketing digital. Gestor da Aceleradora Mercados do Futuro