Marketing do Bem: por cidades criativas e inteligentes

Josu� de Menezes      sábado, 6 de agosto de 2016

Compartilhe esta página com seus amigos

Existe um mundo paralelo silencioso e eficiente onde as coisas funcionam de verdade, de um jeito discreto, porém, com resultados surpreendentes na geração de oportunidades de negócios. 

Alguns empresários já estão conseguindo pilotar as suas empresas na palma da mão. 

Pois é, com isso, sobra tempo até mesmo para pensar no social, impactar a sociedade e fortalecer a presença política nas cidades onde estão. 

 

Acreditem, empresários encontram fôlego para investir em projetos sociais de forma estruturada. Na foto, time do Marketing do Bem de Jaguariúna

Os empresários que fazem a lição de casa, ou seja, investem em conhecimento e reciclagem profissional, têm o privilégio de realizar até mesmo o sonho de ter cada vez mais tempo prá viver.

João Rodrigues dos Santos, empresário de Jaguariúna, cidade do interior paulista, foi além: desenhou um plano de sucessão e aposentou-se aos 50 anos.

Essa atitude, somada ao planejamento de sucessão da sua empresa, no caso, a JRS Computação, rendeu alguns prêmios, transformando-se em "case" de sucesso. São 25 anos à frente do negócio.

Normalmente os planos de sucessão são desenvolvidos em grandes empresas, com processos de governança corporativa.

Mas agora essa cultura passa a ser um modelo a ser seguido para as pequenas e médias empresas.

E no mundo das startups, empresas de base tecnológica, essa leitura faz total sentido. Saber usar as novas tecnologias significa ampliar possibilidades de negócios em rede para o despertar da visão da nova economia.

 

Marketing do Bem: movimento visa inspirar a formação de confraria de empresários para impactar o social

Pois bem, João Rodrigues resolve arregaçar as mangas e compartilhar sua experiência para mais empresários tornarem os seus negócios altamente otimizado para que possam somar forças em ações sociais. "Quanto mais eficiente for a empresa, mais tempo para pensar no social e viver a vida com plenitude", revela Rodrigues.

Se você é um desses empresários que sabe articular em rede com seus colaboradores, tece alianças estratégicas, pensa em expandir com novos modelos de negócios e além de tudo pensa no social, o Marketing do Bem faz total sentido: encontrou a sua tribo.

Se ainda não está neste nível, aproxime-se, com certeza, isso dará muita inspiração. O valor do Bem é uma bandeira muito poderosa.

Para esses empresários, crise é realmente oportunidade. A boa notícia, esse time está disposto a investir em boas ideias.

Mais com Menos

A JRS é especializada em soluções integradas de gestão.

A essência do negócio é justamente fazer mais com menos. Ou seja, prepara as empresas para a eficiência.

Somente assim os empresários terão tempo para criarem, soltarem as amarras para novos voos e investirem em desenvolvimento.

E por incrível que pareça, o grande desafio do mundo empresarial não é mais tecnógico.

O gargalo é a cultura da inovação para que seja possível viver a nova lógica dos Mercados do Futuro.

Acredite, uma empresa de médio porte pode decolar para voos bem altos, com escala, desde que, os sistemas de gestão estejam bem resolvidos e a criatividade entre em cena.

O espírito da nova economia é protagonizar as tendências que ditam os rumos dos Mercados do Futuro. 

E para João Rodrigues, fazer o bem passa a ser algo inovador, e mais, com o poder de romper amarras culturais para o novo.

Mas o motivo da minha visita ao João Rodrigues é saber o que irá fazer com o tempo livre, após a tão almejada aposentadoria.

Pasmem, resolveu estruturar o Marketing do Bem, um conceito que tem como um dos eixos, inspirar empresários a viver e terem a atitude do bem na prática.

Mas esta ideia do Marketing do Bem vai além: motivar a reciclagem empresarial e o conhecimento.

Trabalhar em rede do bem vale a pena. Esta é a sua tese. Os empresários que se engajaram na causa passam a serem agentes para capacitar entidades a terem projetos sustenáveis, outro eixo do movimento.

"Quanto mais empresas em uma cidade enxergarem o cenário da Nova Economia, mais impacto social teremos. Assim ganhamos em escala", profetiza João Rodrigues. 

Dentro desta visão, um dos mandamentos da nova economia é construir alianças. Olha o bem novamente aí. Alianças se constróem com elos de confiança.

A fusão da Aceleradora Empreendedorismo do Bem, a qual sou gestor, com o Marketing do Bem, está à mesa e essa é a história que devemos escrever juntos.

 

À medida que os empresários se unirem em torno da causa do bem, de usarem a criatividade para buscar soluções, os impactos no poder público, serão evidentes.

O ponto é que a Economia Criativa faz emergir a vocação econômica das cidades. Desperta as interações em torno de projetos pró-ativos que buscam solução.

E o poder público até pode ser parceiro deste movimento, ou melhor, deve.

O conceito do Empreendedorismo do Bem é somar forças em torno de soluções. O advento das Startups tem esse viés.

A Aceleradora Empreendedorismo do Bem é uma incubadora de inovação.

Já a Rede Mercados do Futuro é uma plataforma de formação de Gestores Netweaver, traduzindo, tecelões de rede. Sua missão é transferir tecnologias para ativar redes de inovação.

E o Marketing do Bem é unir as pontas. E este movimento sinérgico está encontrando amparo no Grupo GAIA CTI, projeto de pesquisa do CNpQ, de Dinamização de Ecossistemas de Inovação de Micros e Pequenas Empresas.

Ou seja, tecer redes e dar forma a sonhos.

 

 

A metodologia de aceleração de produtos e serviços que a Rede Mercados do Futuro tem a oferecer está condicionada à transferência de novas tecnologias da informação em rede. Oferece um sistema de Learning Mobile de Planejamento Digital e Nova Economia.

Pois bem, as empresas da JRS interessadas no programa da Rede Mercados do Futuro poderão acessar vídeos de Nova Economia a partir da parceria.

Vamos falar de cases, tendências e cenários. Apresentar os rumos da Nova Economia de um jeito simples e prático. 

Faz sentido: mais empresas em rede com o Marketing do Bem, mais fomento econômico, mais oportunidade e mais perspectivas para um plano de desenvolvimento sustentável nas cidades, tendo as tecnologias de ponta como aliadas.

Um exemplo prático desta leitura é o aplicativo do Guia Turístico de Olímpia.  

João Rodrigues, dentro deste movimento pode até ser visto como o Profeta da Nova Economia. Assim seja...

 

As empresas interessadas em participar do programa de aceleração de vendas da Rede Mercados do Futuro, podem preencher o formulário abaixo

deixe o seu melhor email
Deixe o número do seu telefone celular, manteremos vc informado / a pelo WhatsApp
Escreva o seu nome inteiro

Comentários

Jornalismo Digital na Nova Economia

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

quarta-feira, 2 de março de 2016

Analista de Inovação: profissão do futuro

domingo, 13 de março de 2016

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

sexta-feira, 22 de abril de 2016

space

 

Top News

Jornalismo Digital na Nova Economia

Quem pensa que o Jornalismo está em baixa, no mínimo, está mal informado. Na Nova Economia esta é uma das profissões mais promissoras. Claro que o mercado editorial impresso ainda tem fôlego, mas o jornalismo digital é a bola da vez. Saiba por que

Josué de Menezes quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

    Leia mais

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

O desenho de um plano de carreira na Nova Economia exige muito mais do que ser um profissional altamente especializado. O posicionamento estratégico da sua marca pessoal é um elemento chave para gerar novos negócios e expandir os negócios.

Josué de Menezes quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

    Leia mais

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

Não basta apenas abrir um grupo no Facebook. O importante é mante-lo ativo, vibrante e fazer pulsar conteúdos que somam com a comunidade. Mas para isso temos que ter um contexto real, propostas de valor realmente interessantes.

Josué de Menezes segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

    Leia mais

Inovação e Resultados para Micro e Pequenas Empresas

Chegou a vez das Pequenas e Micro Empresas ativarem suas redes de forma criativa e com foco em resultados. O CTI lança programa de dinamização de ecossistemas de inovação para este segmento. O projeto visa resultados efetivos em faturamento. O desafio é r

Josué de Menezes sábado, 2 de janeiro de 2016

    Leia mais

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

Viking Network é um movimento de empreendedores dispostos a somar forças. Empresários de todos os setores criam redes de relacionamento para inspirar a capacitação e a geração de negócios. Paulo Milreu, idealizador do Viking aposta no interior paulista.

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

    Leia mais

Aplicativo de Caronas estimula Economia Colaborativa

Quando falamos em Economia Colaborativa ou em Economia Criativa, estamos nos referindo a laços de compartilhamento, diálogo e interações. As caronas tem o poder de estimular a aproximação, o convívio amigo. Eis aí uma estratégia para ativar redes.

Josué de Menezes domingo, 31 de janeiro de 2016

    Leia mais

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

O Grupo Mercados do Futuro estará ativando a Aceleradora Empreendedorismo do Bem, que tem como proposta capacitar pessoas interessadas em fomentar a Nova Economia em suas cidades. Oferecemos aplicativos e soluções para Cidades Criativas e Inovadoras. Opor

Josu� de Menezes sábado, 27 de fevereiro de 2016

    Leia mais

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

Saiba por que o bem incomoda muita gente. Serviços mais baratos, rápidos, eficientes e melhores, que solucionam, de fato, os problemas das pessoas, passam a ser um problema para o "Estado".

Josu� de Menezes quarta-feira, 2 de março de 2016

    Leia mais

Analista de Inovação: profissão do futuro

Você é o que compartilha: este é o mantra da Nova Web. Fomentar a economia criativa, a nova economia e a cultura digital em rede são algumas das atribuições deste novo profissional que acreditamos ser uma peça fundamental para levantar o Brasil.

Josu� de Menezes domingo, 13 de março de 2016

    Leia mais

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

Os Lab Mercados do Futuro são encontros de networking onde empreendedores se encontram prá pensar a inovação, em como transformar este valor em mais vendas, mais oportunidades de negócios e expansão das suas empresas, serviços e produtos com a visão da No

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de abril de 2016

    Leia mais

Videos

Empreendedorismo do Bem

Aceleradora de Projetos - Hub de Cultura Digital

Jornalismo Digital

A nova visão do Jornalismo Digital em Rede

Banco de Favores

Empreendedorismo do Bem e Economia Colaborativa

Futurologia

Enxergar além é uma necessidade

Josué de Menezes é jornalista e consultor de marketing digital. Gestor da Aceleradora Mercados do Futuro