Profissões do Futuro nas Cidades Inteligentes

Josu� de Menezes      quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Compartilhe esta página com seus amigos

Você já parou para pensar que as atividades rotineiras e padronizadas serão substituídas por robôs?

Outra pergunta que precisamos responder: quais são as profissões que não terão mais sentido de existir em um futuro bem próximo? Bem próximo mesmo...

Existem também as profissões que passarão por profundas modificações e somente os especialistas irão resistir.

Ou seja, neste novo mundo das cidades inteligentes, como serão as relações de trabalho e os modelos de negócios que vão impulsionar novas atividades profissionais para oxigenar a economia?

A proposta do Mercados do Futuro além de responder a essas perguntas, quer inspirar o desenvolvimento sustentável nas cidades do futuro.

Ou melhor, inspirar você a responder as perguntas e posicionar-se frente às novas oportunidades.

Acreditamos que a cultura da inovação e do empreendedorismo se dê na prática, com atitude.

Essas respostas não estão em uma bola de cristal para ser contemplada.

As respostas irão surgir de forma colaborativa e dinâmica, organicamente, em parcerias entre os três setores: iniciativa privada, ongs e governo.

Daí surge os Labs Mercados do Futuro, ambiente para pensar, agir, interagir, construir, aproximar ideias por intermédio de agenda de encontros, workshops, palestras e round shows.

Células de inovação
O desafio é promover células de inovação em instituições de ensino, empresas, sindicatos e governos interessados em implementar um "Lab Mercados do Futuro", espécie de observatório do futuro para entender a dinâmica do mercado de trabalho, do emprego e da Nova Economia.

Desenhar Cenários e Investigar Tendências é algo necessário. Eis aí a nossa missão.

Conectar ideias, pessoas e recursos é o norte essencial de toda organização do futuro.

Resumindo: Mercados do Futuro é um Lab para inspirar Novos Modelos de Negócios e buscar soluções no presente para que o futuro seja melhor...

 

Oferecer experiência para mudar a mentalidade e transformar pessoas são os dois valores da educação do futuro.

No entanto, para que isso aconteça os propósitos devem estar claros. Eis aí a rota da navegação. Isso faz sentido?

Frente à falência dos sistemas de educação, segurança, transporte, ambiental e político, engendrada pelos dirigentes das instituições públicas, a educação deve surgir com um novo papel: o de protagonizar o futuro.

E como fazer isso de forma prática, gerando impacto social, sem interferir na rotina do dia a dia das escolas, empresas e demais organizações?

O desafio é instigante. Os conteúdos que serão veiculados no blog Mercados do Futuro farão parte de um "game" disruptivo.

Essa iniciativa é uma necessidade.

E esse tema deve se dar por intermédio de uma aprendizagem prática.

E isso se dá em tempo real. O propósito é inspirar mudanças na vida das pessoas e cidades.

E não estamos falando de um mundo virtual.

A cultura da inovação eleva a consciência
A consciência da sustentabilidade é vital, assim como a criatividade.

Você já parou prá pensar que já vivemos em um mundo líquido e disruptivo?

E burocracia não combina com isso. Mas é ela que ainda domina os padrões sociais e políticos.

Mas a transformação para um novo tempo é inevitável.

Vencer esta barreira é necessário.

Por este motivo as habilidades emocionais irão fazer total diferença no sucesso dos profissionais do futuro.

A proposta do Lab Mercados do Futuro é colocar estes temas à mesa. 

Apresentar conceitos e ferramentas que impulsionem a busca por soluções criativas para a construção não só de um novo posicionamento pessoal, mas também por mudanças reais na realidade das cidades.

A geração de conteúdo com causa é uma das ferramentas para solucionar desafios reais.

O ambiente multidisciplinar que envolvam professores, alunos, pais e comunidades encontrarão no Mercados do Futuro um forte aliado.

Os conteúdos para interagir e inspirar estão por aqui.

Smart Cities
Para colocar essas propostas em prática, vamos propor um tema central, algo que tem a ver com o futuro e com as nossas vidas.

Vamos estudar as Smart Cities. Trata-se de uma realidade inevitável. 

Engano pensar que este conceito está limato às tecnologias digitais.

Os impactos sociais, culturais se estabelecem com novos modelos de pensar e construir as cidades.

Estudo de Case
Para exemplificar o que estamos falando, o programa de Desenvolvimento Urbano e Smart Cities está em curso na aceleradora da Rede Mercados do Futuro.

A proposta de construção de um modelo urbanístico para Empreendimentos Habitacionais de Interesse Social - EHIS é um desafio.

Fazer este estudo de "case", interagindo com os ecossistemas de um bairro popular é instigante.

Este é um exemplo de um tema para ser estudado nos Labs Mercados do Futuro, nas células de inovação que escolas, universidades e organizações podem proporcionar para a sua comunidade.

E para facilitar a interação, estamos disponibilizando o grupo Rede Mercados do Futuro.

Vamos promover palestras, encontros e artigos especiais para falar deste tema.

A proposta também é fechar alianças, parcerias e buscar engajamento com gestores, professores, alunos, empreendedores, enfim, todos interessados no tema.

Na Ásia a proposta é construir cidades do zero. No Brasil, além desta tarefa, temos que consertar o insano e o que está deformado

Com o estudo de "case" colocado à mesa, as escolas podem interagir para exercitar e propor soluções em um ambiente de colaboração e interação com o real.

Eis aí o Lab Mercados do Futuro, uma startup para ampliar a visão da inovação em contextos reais. Ligar smart cities com emprendimentos habitacionais de interesse social é o primeiro desafio proposto para iniciar o movimento.

Um "game" interativo.

Comentários

Jornalismo Digital na Nova Economia

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

quarta-feira, 2 de março de 2016

Analista de Inovação: profissão do futuro

domingo, 13 de março de 2016

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

sexta-feira, 22 de abril de 2016

space

 

Top News

Jornalismo Digital na Nova Economia

Quem pensa que o Jornalismo está em baixa, no mínimo, está mal informado. Na Nova Economia esta é uma das profissões mais promissoras. Claro que o mercado editorial impresso ainda tem fôlego, mas o jornalismo digital é a bola da vez. Saiba por que

Josué de Menezes quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

    Leia mais

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

O desenho de um plano de carreira na Nova Economia exige muito mais do que ser um profissional altamente especializado. O posicionamento estratégico da sua marca pessoal é um elemento chave para gerar novos negócios e expandir os negócios.

Josué de Menezes quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

    Leia mais

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

Não basta apenas abrir um grupo no Facebook. O importante é mante-lo ativo, vibrante e fazer pulsar conteúdos que somam com a comunidade. Mas para isso temos que ter um contexto real, propostas de valor realmente interessantes.

Josué de Menezes segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

    Leia mais

Inovação e Resultados para Micro e Pequenas Empresas

Chegou a vez das Pequenas e Micro Empresas ativarem suas redes de forma criativa e com foco em resultados. O CTI lança programa de dinamização de ecossistemas de inovação para este segmento. O projeto visa resultados efetivos em faturamento. O desafio é r

Josué de Menezes sábado, 2 de janeiro de 2016

    Leia mais

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

Viking Network é um movimento de empreendedores dispostos a somar forças. Empresários de todos os setores criam redes de relacionamento para inspirar a capacitação e a geração de negócios. Paulo Milreu, idealizador do Viking aposta no interior paulista.

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

    Leia mais

Aplicativo de Caronas estimula Economia Colaborativa

Quando falamos em Economia Colaborativa ou em Economia Criativa, estamos nos referindo a laços de compartilhamento, diálogo e interações. As caronas tem o poder de estimular a aproximação, o convívio amigo. Eis aí uma estratégia para ativar redes.

Josué de Menezes domingo, 31 de janeiro de 2016

    Leia mais

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

O Grupo Mercados do Futuro estará ativando a Aceleradora Empreendedorismo do Bem, que tem como proposta capacitar pessoas interessadas em fomentar a Nova Economia em suas cidades. Oferecemos aplicativos e soluções para Cidades Criativas e Inovadoras. Opor

Josu� de Menezes sábado, 27 de fevereiro de 2016

    Leia mais

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

Saiba por que o bem incomoda muita gente. Serviços mais baratos, rápidos, eficientes e melhores, que solucionam, de fato, os problemas das pessoas, passam a ser um problema para o "Estado".

Josu� de Menezes quarta-feira, 2 de março de 2016

    Leia mais

Analista de Inovação: profissão do futuro

Você é o que compartilha: este é o mantra da Nova Web. Fomentar a economia criativa, a nova economia e a cultura digital em rede são algumas das atribuições deste novo profissional que acreditamos ser uma peça fundamental para levantar o Brasil.

Josu� de Menezes domingo, 13 de março de 2016

    Leia mais

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

Os Lab Mercados do Futuro são encontros de networking onde empreendedores se encontram prá pensar a inovação, em como transformar este valor em mais vendas, mais oportunidades de negócios e expansão das suas empresas, serviços e produtos com a visão da No

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de abril de 2016

    Leia mais

Videos

Empreendedorismo do Bem

Aceleradora de Projetos - Hub de Cultura Digital

Jornalismo Digital

A nova visão do Jornalismo Digital em Rede

Banco de Favores

Empreendedorismo do Bem e Economia Colaborativa

Futurologia

Enxergar além é uma necessidade

Josué de Menezes é jornalista e consultor de marketing digital. Gestor da Aceleradora Mercados do Futuro