Redes de Cooperação Empresarial: solução para romper a crise e viver a Nova Economia

Josu� de Menezes      domingo, 3 de julho de 2016

Compartilhe esta página com seus amigos

Saber estruturar redes de cooperação empresarial é um conhecimento que vale ouro. 

Eis aí um caminho que tem o poder de superar a crise que ameaça os negócios no Brasil.

Esse assunto também tem a ver com "Economia Criativa", conceito que valoriza a inovação como o grande ativo.

No caso da estruturação das redes de cooperação, a criatividade entra em cena para fazer pulsar a narrativa que motiva o relacionamento entre marcas, produtos e serviços com a audiência, com os seus públicos.

A partir do momento que é estabelecido um vínculo, a gestão do relacionamento qualificado busca fidelizar e criar laços com os públicos de nichos, sempre visando resultados que possam ser mensurados.

Os participantes de uma rede de cooperação somam forças para oferecer benefícios em escala. 

A proposta é potencializar o marketing de relacionamento.

Essa visão abre as portas para implantar poderosas ferramentas tanto para o varejo, quanto para profissionais liberais, consultores e vendedores.

Eis aí o segredo para viabilizar campanhas de marketing digital,.

Colocar em prática o uso de aplicativos e sofwares para melhorar processos de gestão e promoções tem a ver com a Nova Economia.

A boa notícia é que as ações de campanhas passam a ficar cada vez mais baratas e eficientes. Menos é mais...

 

A integração entre o ambiente on e off-line é possível quando o conteúdo do negócio ganha uma narrativa de relacionamento com os clientes.

Com esta proposta é possível desenhar estratégias usando jogos, promoções e benefícios.

Esta é a ideia das rede de cooperação. Implementar campanhas de relacionamento de forma integrada, em rede.

A metodologia está sendo colocada em prática e é objeto de um Termo de Cooperação Técnica com um Grupo de Inovação do Centro de Tecnologia de Campinas, o CTI.

A Rede Mercados do Futuro é "spin off" do GAIA CTI, Grupo de Apoio à Inovação do CTI, ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, que conta com patrocínio do CNPq.

 

A formação de gestores de redes é um desafio. As competências desta nova profissão exigem pré requisito de gestão, marketing, tecnológico e processos.

A forma de formação é prática. Por intermédio da associação na Rede Mercados do Futuro é possível participar do programa de formação e estruturar um projetos.

A proposta da Rede Mercados do Futuro é justamente colocar em prática a metodologia de redes de cooperação empresarial.

À medida que os interessados tornam-se membros associados, os projetos são construídos e ganham escala.

Este conceito é pouco conhecido para os empresários do varejo. No entanto, aí está a solução para oxigenar e aquecer a economia.

A proposta da Rede Mercados do Futuro é essa: colocar em prática a metodologia de redes de cooperação empresarial.

À medida que os interessados tornam-se membros associados, os projetos em curso são compartilhados e a formação se dá em rede, de forma prática.

Conheça os planos de Afiliação da Rede Mercados do Futuro.

Para quem deseja ser um gestor de redes de inovação, preencha o formulário abaixo e fale um pouco a respeito do seu interesse na área.

 

Comentários

Jornalismo Digital na Nova Economia

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

quarta-feira, 2 de março de 2016

Analista de Inovação: profissão do futuro

domingo, 13 de março de 2016

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

sexta-feira, 22 de abril de 2016

space

 

Top News

Jornalismo Digital na Nova Economia

Quem pensa que o Jornalismo está em baixa, no mínimo, está mal informado. Na Nova Economia esta é uma das profissões mais promissoras. Claro que o mercado editorial impresso ainda tem fôlego, mas o jornalismo digital é a bola da vez. Saiba por que

Josué de Menezes quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

    Leia mais

Seu Plano de Carreira e de Negócios na Nova Economia

O desenho de um plano de carreira na Nova Economia exige muito mais do que ser um profissional altamente especializado. O posicionamento estratégico da sua marca pessoal é um elemento chave para gerar novos negócios e expandir os negócios.

Josué de Menezes quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

    Leia mais

10 Dicas prá ativar grupos no Facebook

Não basta apenas abrir um grupo no Facebook. O importante é mante-lo ativo, vibrante e fazer pulsar conteúdos que somam com a comunidade. Mas para isso temos que ter um contexto real, propostas de valor realmente interessantes.

Josué de Menezes segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

    Leia mais

Inovação e Resultados para Micro e Pequenas Empresas

Chegou a vez das Pequenas e Micro Empresas ativarem suas redes de forma criativa e com foco em resultados. O CTI lança programa de dinamização de ecossistemas de inovação para este segmento. O projeto visa resultados efetivos em faturamento. O desafio é r

Josué de Menezes sábado, 2 de janeiro de 2016

    Leia mais

Empreendedorismo prá mudar o Mundo

Viking Network é um movimento de empreendedores dispostos a somar forças. Empresários de todos os setores criam redes de relacionamento para inspirar a capacitação e a geração de negócios. Paulo Milreu, idealizador do Viking aposta no interior paulista.

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

    Leia mais

Aplicativo de Caronas estimula Economia Colaborativa

Quando falamos em Economia Colaborativa ou em Economia Criativa, estamos nos referindo a laços de compartilhamento, diálogo e interações. As caronas tem o poder de estimular a aproximação, o convívio amigo. Eis aí uma estratégia para ativar redes.

Josué de Menezes domingo, 31 de janeiro de 2016

    Leia mais

Grupo Mercados do Futuro no WhatsApp

O Grupo Mercados do Futuro estará ativando a Aceleradora Empreendedorismo do Bem, que tem como proposta capacitar pessoas interessadas em fomentar a Nova Economia em suas cidades. Oferecemos aplicativos e soluções para Cidades Criativas e Inovadoras. Opor

Josu� de Menezes sábado, 27 de fevereiro de 2016

    Leia mais

Tecnologia para o bem incomoda muita gente

Saiba por que o bem incomoda muita gente. Serviços mais baratos, rápidos, eficientes e melhores, que solucionam, de fato, os problemas das pessoas, passam a ser um problema para o "Estado".

Josu� de Menezes quarta-feira, 2 de março de 2016

    Leia mais

Analista de Inovação: profissão do futuro

Você é o que compartilha: este é o mantra da Nova Web. Fomentar a economia criativa, a nova economia e a cultura digital em rede são algumas das atribuições deste novo profissional que acreditamos ser uma peça fundamental para levantar o Brasil.

Josu� de Menezes domingo, 13 de março de 2016

    Leia mais

Lab Mercados do Futuro na Razão Humana

Os Lab Mercados do Futuro são encontros de networking onde empreendedores se encontram prá pensar a inovação, em como transformar este valor em mais vendas, mais oportunidades de negócios e expansão das suas empresas, serviços e produtos com a visão da No

Josu� de Menezes sexta-feira, 22 de abril de 2016

    Leia mais

Videos

Empreendedorismo do Bem

Aceleradora de Projetos - Hub de Cultura Digital

Jornalismo Digital

A nova visão do Jornalismo Digital em Rede

Banco de Favores

Empreendedorismo do Bem e Economia Colaborativa

Futurologia

Enxergar além é uma necessidade

Josué de Menezes é jornalista e consultor de marketing digital. Gestor da Aceleradora Mercados do Futuro